InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [GUIA - CARGOS] Administração da Casa do Povo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: [GUIA - CARGOS] Administração da Casa do Povo   Seg 01 Ago 2011, 10:46

GUIA: O ESCRITÓRIO DO PREFEITO

Ao tornar-se prefeito um cidadão vai passar a encontrar novas opções no seu menu de jogo. Este guia foi criado para explicar detalhadamente para que serve e como funciona cada uma.




Ao clicar em Casa do Povo, o prefeito tem agora uma opção extra no seu menu: "O Escritório do Prefeito". Nela encontrará um menu de funcionalidades ilustrado na imagem seguinte, e que se explicará uma a uma de seguida.



____________________________________________________________________________________



1. Escrever a mensagem da Casa do Povo





Aqui o prefeito pode escrever um texto que irá constar na entrada da Casa do Povo. Serve para fazer pequenos anúncios e dar explicações importantes para todos os cidadãos, como tabelas de preços, iniciativas da Casa do Povo novos Decretos Municipais ou Condais, etc.


O seu conteúdo é da exclusiva responsabilidade do prefeito, e deve ser usado responsavelmente.

____________________________________________________________________________________




2. Mudar os preços





Nesta opção o prefeito pode fixar preços automáticos (geralmente chamados "autobuy") de compra para a CP para os seguintes produtos:


- Pedaços de carne [entre 9,00 e 16,95]


- sacos de trigo [entre 13,00 e 14,95]


- Sacos de farinha [entre 14,00 e 16,95]


- Quintais de carcaças de vaca [entre 28,00 e 38,95]


- Meios quintais de carcaças de porco [entre 14,00 e 18,95]


- Peles [entre 15,00 e 19,95]






Ao activar um ou mais destes preços, a Casa do Povo dará aos vendedores a possibilidade de venderem, ao preço estipulado, quaisquer quantidades que queiram sem que os produtos passem pelo mercado, e sem que a Casa do Povo possa recusar a compra.


Atenção: Uma vez accionado um destes preços automáticos, ele manter-se-á durante um mínimo de 7 dias.


Nota: Existe um preço automático impossível de desactivar para novelos de lã, e fixado em 11,00 cruzados.

____________________________________________________________________________________


3. Comprar para a povoação / Comprar para ti


Nesta opção o prefeito escolhe para quem faz as transacções, podendo escolher fazer compras para si mesmo, ou para a Casa do Povo, para o que usa o botão "Mudar".


Atenção: o menu não indica o estado presente, mas sim aquele para o qual poderá mudar.

Isto é:

Se o menu indicar "Comprar para a povoação" significa que presentemente está a comprar para si.



Para comprar para a CP deve clicar em "Comprar para a Povoação" encontrando a mensagem:



Agora as compras que fizer serão debitadas do saldo da CP, e os artigos comprados entrarão no inventário da CP.

Nota: Apenas pode comprar para a CP se tiver pontos de comércio em número adequado (ver 13).

Se o menu indicar "Comprar para ti" significa que presentemente está a comprar para a Casa do Povo.



Para voltar a comprar para si, terá que entrar no menu que agora dirá "Comprar para ti" e encontrará a mensagem:



Agora as compras que fizer serão debitadas do seu saldo pessoal, e os artigos comprados entrarão no seu inventário.

____________________________________________________________________________________


4. Inventário de mercadorias





Aqui o prefeito pode verificar tanto o saldo em cruzados da CP, como o conjunto de mercadorias que a CP possui no momento.

É no inventário que poder ainda fazer três outras operações com as mercadorias:


a) Colocar produtos à venda.

Para o fazer o prefeito deve clicar no símbolo à frente da mercadoria pretendida.



De seguida escolher a quantidade e preço. Finalmente deve clicar em OK para finalizar o processo. Os produtos estarão então à venda no mercado da povoação ao preço escolhido.

Nota: O prefeito apenas pode colocar produtos à venda se tiver pontos de comércio em número adequado (ver 13).


b) Transferir mercadorias para um mandato.

Para o fazer o prefeito deve clicar no símbolo à frente da mercadoria pretendida.



De seguida escolher a quantidade e confirmar que tem o símbolo activo. Finalmente deve clicar em OK para finalizar o processo.

Nota: Para transferir algo para um mandato deve ter um mandato aberto, algo que se explicará em 15.

c) Transferir mercadorias para a taverna da CP.

Para o fazer o prefeito deve clicar no símbolo à frente da mercadoria pretendida.



De seguida escolher a quantidade e confirmar que tem o símbolo activo. Finalmente deve clicar em OK para finalizar o processo.

Nota 1: Apenas comida pode ser transferida para a Taverna. Os outros artigos do inventário não terão o símbolo como alternativa.

Nota 2: Qualquer um destes processos pode ser repetido as vezes necessárias até todos os artigos estarem à venda ou no mandato pretendido.

____________________________________________________________________________________


5. Ordens de compra e venda



Aqui o prefeito pode verificar a cada momento:

a) Que ordens de compra tem no mercado da povoação.

Elas podem ser amuladas ao clicar o botão "Anular", impedindo assim que os artigos sejam comprados e o dinheiro seja gasto.

b) Que artigos tem à venda no mercado da povoação.

Estes podem ser retirados do mercado a qualquer momento ao clicar o botão "Anular", impedindo assim que eles sejam vendidos.

Nota: As ordens para o mercado do Condado não estão codificadas nesta versão do jogo.

____________________________________________________________________________________

6. Demitir-se



Ao clicar no botão "Demitir-se" o prefeito deixa de o ser, provocando eleições num prazo de 8 dias. Até lá a Casa do Povo não terá prefeito.

Atenção: Esta acção é irreversível.

____________________________________________________________________________________

7. Administrar a milícia




a) Milícias

A milícia são os cidadãos contratados para defender a CP a cada dia. O prefeito pode decidir quantos quer contratar "Número de postos livres hoje" e quanto pagará se salário "Salário diário de um miliciano" que pode ser fixado entre 5,00 e 20,00 cruzados.

Pode ainda deixar o mesmo tipo de instruções para o dia seguinte.

Uma vez activados os pedidos, os respectivos anúncios surgirão nas "Ofertas de Emprego" da CP.

Nota 1: Assim que um número de milícias é fixado, o valor monetário que lhes corresponde é retirado imediatamente do "Inventário de mercadorias" (ver 4) e da Tesouraria do "Painel" (ver 11). No entanto caso esse dinheiro não seja usado em recrutamentos (isto é se não houver cidadãos a preencher essas vagas) ele voltará ao Inventário após o reset.

Nota 2: O número de milícias pretendido, e os seus salários podem ser modificados a qualquer momento, excepto os daqueles que já tiverem sido contratados entretanto.

b) Exércitos

Finalmente, é aqui que o prefeito decide que exércitos têm livre-trânsito na sua povoação. Aqueles que não fizerem parte desta lista serão encarados como inimigos.



____________________________________________________________________________________

8. Estatísticas



As estatísticas não estão presentemente a funcionar nesta versão do jogo.

____________________________________________________________________________________

9. Administrar os impostos



Aqui o prefeito define qual o montante de impostos a pagar pelos cidadãos. Os impostos são aplicáveis apenas a campos e oficinas, podendo o valor de cada um ser estipulado independentemente do dos restantes.

Estes valores podem variar entre 0 e 50,00 cruzados.

Após as selecções efectuadas, deve clicar em "Guardar" para aceitar estas selecções, e de seguida em "Aplicar Impostos" para iniciar a cobrança.

Esta cobrança gerará uma lista (visível no item "Fraude Fiscal" explicado em 10) na qual se indicará todos os cidadãos sobre quem recai a cobrança, e o prazo de legal de 7 dias que têm para a saldar.

Atenção: Só é possível cobrar impostos de 15 em 15 dias

Se ainda se se encontrar dentro do intervalo de 15 dias deste a cobrança anterior, o botão "Aplicar Impostos" não surgirá, mas sim uma frase de aviso como:



Nota: Apenas pode cobrar impostos se tiver um mínimo de 5 pontos de finanças (ver 13).

____________________________________________________________________________________

10. Fraude Fiscal



Esta lista mostra todo os cidadãos sobre os quais recai um pagamento de impostos ainda não saldado. Além dos nomes, mostra ainda o valor inicial da dívida, a data limite de pagamento, e o montante acumulado em juros.

____________________________________________________________________________________


11. Painel



Este é o item mais importante para controlar o estado financeiro da CP. Expliquemos brevemente cada tema:

- Tesouraria: dá o saldo líquido da CP em cada momento, já contando com compras e vendas, pagamentos de impostos e despesas de recrutamento.

Atenção: O rendimento da Nobreza e a receita da Taverna só serão contabilizados após o reset.

- Hoje: Resumo de movimentos efectuados no próprio dia.


- Ontem: Resumo de movimentos efectuados no dia anterior.


- Esta semana: Resumo de movimentos efectuados na semana que decorre.


- A semana passada: Resumo de movimentos efectuados na semana anterior àquela em que se está.


- Impostos: Lista dos pagamentos de impostos mais recentes.


- Vendas: Lista das vendas mais recentes de artigos no mercado.


- Recrutamentos: Lista dos recrutamentos mais recentes de funcionários públicos (ver 13) e Milícias (ver 7).


- Compras: Lista das compras mais recentes no mercado.


- Compras automáticas: Lista das compras automáticas mais recentes (ver 2).


Nota 1: As semanas são contabilizadas de Domingo a Sábado.


Nota 2: Estas listagens não são completas, apenas os eventos mais recentes são mantidos, pelo que se muitos movimentos numa das listas anteriores forem efectuados, a sua listagem pode ser perdida.

____________________________________________________________________________________

12. Administrar a guarda dos animais



Esta funcionalidade permite dar aos cidadãos com campos de animais a hipótese de escolherem alimentação automática, para o caso de não o poderem fazer manualmente dia a dia.

Ela custa à CP 200,00 cruzados por cada 7 dias, pelo que habitualmente não é accionada, pois dificilmente seria rentável.

____________________________________________________________________________________

13. Administrar os funcionários públicos e o funcionamento da Casa do Povo




Neste campo o prefeito pode decidir o recrutamento de funcionários que lhe darão os seguintes Pontos de Estado:


- Pontos de Estado em Governo


- Pontos de Estado em Finanças (necessários para cobrar impostos - ver 9)


- Pontos de Estado em Justiça (necessários para abrir um processo- ver 14)


- Pontos de Estado em Comunicação (necessários para Administrar o calendário municipal - ver 17 - e escrever carta - ver 18 )


- Pontos de Estado em Comércio (necessários para comprar e vender no mercado - ver 4 e 5 - e passar mandatos - ver 15)

Para o fazer o prefeito deve seleccionar no tipo de pontos pretendido [entre 5 e 40] para os salários escolhidos [entre 20,00 e 60,00 cruzados].

Uma vez seleccionado "Contratar", os respectivos anúncios surgirão nas Ofertas de Emprego da CP.

Nota 1: Alguns destes pontos não são acumuláveis, isto é. Se se tiver 7 pontos de um tipo, e se contratar um funcionário para fazer 10 pontos, no final do dia ter-se-á 10 pontos desse tipo.

Nota 2: Assim que um recrutamento de funcionários é decidido, o valor monetário que lhe corresponde é retirado imediatamente do Inventário de mercadorias (ver 4) e da Tesouraria do Painel (ver 11). No entanto caso esse dinheiro não seja usado em recrutamentos (isto é se não houver cidadãos a preencher essas vagas) ele voltará ao Inventário após o reset.

____________________________________________________________________________________

14. Iniciar um processo



Pode aqui iniciar um processo judicial contra um cidadão, indicando o nome do cidadão, escolhendo da seguinte lista o crime pelo qual o acusa, e escrevendo um indiciamento onde apresenta o caso.

Lista de crimes:


- Desordem Pública


- Bruxaria


- Escravatura


- Fraude


- Traição


- Alta Traição

O processo, uma vez aberto passará ao Tribunal do Condado, onde será conduzido pelo Juiz.

Nota: Apenas pode abrir um processo se tiver um 1 Ponto de Estado de Justiça (ver 13).

____________________________________________________________________________________

15. Administração dos mandatos

Nesta opção pode passar mandatos a cidadãos da sua povoação, bem como controlar os mandatos já abertos anteriormente.

a) Mandatos existentes:

- Mandatos em curso: Lista de mandatos presentemente em execução.




- Mandatos fechados: Lista de mandatos já executados e terminados.



Para cada um pode clicar em "Ver".


Nos mandatos em curso isso permite ao prefeito ver o conteúdo do mandato em cada momento.


Nos mandatos fechados isso permite ao prefeito ver o conteúdo do mandato no momento em que foi devolvido.


b) Passar um novo mandato:


Para criar um novo mandato deve primeiramente clicar em "Criar um novo mandato" no final da janela.





Deve então incluir o montante em dinheiro a atribuir (ou 0 no caso de o mandato não incluir dinheiro), e uma descrição completa dos termos do mandato, que refira dinheiro e mercadoria no estado inicial, e no estado final, bem como prazos de devolução.





Após clicar em "Criar" deve dirigir-se a Inventário de Mercadorias (ver 4) e tal como se explicou atrás, transferir o dinheiro e as mercadorias desejados para o mandato.


Finalmente deve regressar a "Administração dos mandatos" onde no final da janela terá agora:





Seleccione o mandato em fase de criação, onde terá agora uma janela de texto para o nome da pessoa a quem atribuir o mandato.





Nota: Mandatos da CP só podem ser atibuídos a cidadãos presentemente na povoação. Do mesmo modo só podem ser devolvidos à CP quando o cidadão se encontrar na povoação.

____________________________________________________________________________________


16. Nomear o mentor do povo





Aqui pode nomear o mentor da povoação. Ao validar o nome do mentor este poderá definir a sua carta de boas vindas que é automaticamente enviada a cada novo cidadão.

____________________________________________________________________________________


17. Administrar o calendário municipal





Esta funcionalidade permite ao prefeito definir um ou mais eventos, os quais serão anunciados durante a semana que os precede, a todos os cidadãos, numa janela que abre na primeira vez diária em que a pessoa entre no jogo.


Para tal o prefeito tem de definir a "Data do evento" (com um mínimo de 3 dias de antecedência), o "Título do evento" e um Texto do evento que o explique. Esta informação constará integralmente na janela de aviso que os cidadãos lerão.


Nota: Apenas se pode inserir uma nova data no calendário municipal se houver 1 Ponto de Estado de Comunicação (ver 13).

____________________________________________________________________________________


18. Enviar uma mensagem aos habitantes


Ao accionar esta função o prefeito abre uma janela de texto onde pode escrever uma mensagem que ao ser enviada chegará à caixa de correio de todas as pessoas presentes nesse momento na povoação.


Ela dever ser usada para comunicados importantes, e pode ser apenas enviada a cada 7 dias. Caso a anterior tenha sido enviada há menos tempo que isso, a funcionalidade não constará do menu, e no seu lugar estará o aviso:





Nota 1: A mensagem aos habitantes chegará a todas as pessoas presentes na povoaçao quer elas sejam ou não residentes. Por outro lado ela não chegará aos residentes que se encontrem em viagem.


Nota 2: Apenas pode inserir enviar uma mensagem aos habitantes se tiver um 1 Ponto de Estado de Comunicação (ver 13).

____________________________________________________________________________________


19. O caso específico das povoações com floresta


Nas povoações com floresta o menu do "Escritório do Prefeito" apresenta ainda uma outra opção:





Ao entrar nessa opção, o prefeito terá informações sobre:


- O número de machados que a CP possui


- O número de machados actualmente em uso por lenhadores


- Acidentes sucedidos com os machados (ver nota abaixo)


- Número de feixes recebidos devido ao empréstimo de machados (1 por cada machado emprestado)





Nota: Os machados são emprestados aos cidadãos automaticamente, sempre que existam e os cidadãos os requisitem na página da floresta. Depois do seu uso dois acidentes podem acontecer:


a) O machado pode perder o gume (precisando de ser afiado por um ferreiro para voltar a ser usado).


b) O machado pode partir-se (restando apenas o bastão). Este acidente é mais raro.



____________________________________________________________________________________


Informação extra


Pode ser de algum interesse visitar a versão antiga do jogo, cujos paineis contêm opções que desapareceram da actual, como o Mercado do Condado (que permite preços de compra e venda diferentes), as Sondagens[(b] de eleições, e as Estatísticas da povoação (as quais não estão actualizadas), entre outras.





[b]Créditos à Biblioteca Portuguesa
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[GUIA - CARGOS] Administração da Casa do Povo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mudar o pneu em casa!
» Resturando Rodas Em Casa
» Montar pneus em casa
» YBR - Guia / Montagem / Serviços -- Curso de mecânica de Motos...
» Guia de Oficina Mini 1000

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Castelo do Rochedo | Condado de Óbidos :: Cidadela :: Grande Biblioteca de Óbidos :: Ala Científica-
Ir para: