InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Documento à AEP sobre I Romaria aos Templos de Alcobaça

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Documento à AEP sobre I Romaria aos Templos de Alcobaça   Qui 31 Maio 2012, 21:52

Sylarnash escreveu:

    À Assembleia Episcopal Portuguesa,

    Honrados Clérigos,

    Trazemos perante vossas excelências reverendíssimas um assunto já antigo e perturbador, que regressou. Refiro-me às adorações à Deusa Bjeka e a sua associação e divulgação como religião profana desviando diariamente cada vez mais fieis aristotélicos.

    Pela Praça da Província de Coimbra e pela Praça do Reino de Portugal encontram-se, espalhados por todo o lado, imensos panfletos a convidar os cidadãos a participar no que teve, desta vez, o nome de "I Romaria aos Templos de Alcobaça". Os papeis difundidos pelas praças fazem luz ao culto à Deusa Bjeka, a benções e casamentos e à sua realização pela igreja, possivelmente coincidente com a Igreja Paroquial de Alcobaça e de onde é feita referência ainda ao "Sr. Padre ou Diácono".
    É anunciado no documento a realização de cultos, rituais, oferendas e eventos hereges, ultrajando por completo a fé aristotélica e todos os seus membros.

    Por si só este assunto do culto à Deusa Bjeka causa transtornos à igreja aristotélica, já rouba literalmente fieis a cada dia, e encontramos-nos severamente desiludidos pela origem do culto, desta vez, Dom Goblins, administrador local da cidade de Alcobaça, governador eleito e coroado, casado recentemente na Catedral do Reino de Portugal (portanto baptizado) e nobre português. A cumpliciar-se com o prefeito local seguem, segundo o panfleto, Haborym e Doubless ambos portadores do baptismo na fé aristotélica há já vários e largos meses.

    De forma encarecida e humilde solicitamos à assembleia uma tomada de posição relativamente a este assunto que leva fieis a ter atitudes hereges, e portanto, a golpear o Altíssimo, Aristóteles, Anjos e Arcanjos, e os seus sucessores. Enunciamos ainda um outro evento realizado publicamente à alguns meses e que levou dezenas de cidadãos a participar activamente numa acção de culto à mesma alegada deusa, onde houve a participação de fieis e infelizmente, apesar do levantamento das provas para um julgamento inquisitorial, não houve uma tomada de posição por parte da igreja e portanto mais uma vez o assunto. Urge uma acção contra estas situações, na ausência duma, estes casos surgirão um atrás do outro, cada vez com mais frequência e prejudicando a IAR. Como portadores da quinta essência compete-nos a nós proceder de acordo com o Direito Canónico, e em relação a casos profanos e hereges accionar a Inquisição.

    Segue em anexo juntamente a este documento, os levantamentos da anterior situação - ANEXO I ; num segundo documento segue um dos panfletos - ANEXO II.

    Terminamos solenemente esperando uma notícia sobre a resposta da assembleia episcopal, mas acima de disso, uma posição que orgulhe a fé em Jah.

    Subscrevemos com máxima consideração solicitando a Vossa benção,




      Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Cónego da Inquisição de Coimbra - Conde de Óbidos



Citação :
*Encontram-se com endereço a direccionar para o conteúdo os seguintes nomes:
ANEXO I
ANEXO II
Dom Goblins, Haborym e Doubless
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Documento à AEP sobre I Romaria aos Templos de Alcobaça
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Duvidas Mitos e Verdades Sobre os Carros!
» Reportagem sobre o i30 no programa Autoesporte da Globo.
» Conhecendo um pouco sobre a Yamaha no Brasil
» Entenda sobre o óleo do seu carro!!!
» Reportagem sobre Roubos de moto na RECORD

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Castelo do Rochedo | Condado de Óbidos :: Súburbios :: Quadro dos Anúncios e Comunicados-
Ir para: