InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Relatórios Diplomáticos Periódicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 18:15

Sylarnash escreveu:



Relatório informativo sobre o Condado de Coimbra
    Nós, Sua Excelência Sylarnash Manuel de Albuquerque, Baronete dos Mares e Rios, Embaixador Apostólico do Condado de Coimbra, diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, na nossa capacidade como Embaixador Apostólico fazemos saber das seguintes situações,

    • Alcobaça sofre uma revolta por forças do mal (12/10/1459)
      Na manhã do dia doze os cidadãos de Alcobaça denotaram que a Casa do Povo se encontrava a ser chefiada por um desconhecido, que não o prefeito legitimamente eleito, esta revolta causou terror nos cidadãos, de tal forma que foi apelado à Inquisição In Gratebus que procedeu à análise do revoltoso, tendo o mesmo acabado por ser deposto ainda no mesmo dia apesar de ter sido direccionado para os tribunas condais para julgamento e punição pelas suas acções.

    • Eleições no Condado de Coimbra
      Decorrendo o período de eleições condais, denota-se novamente uma grande afluência às candidaturas, o que de novo trará discórdia, não só quanto à eleição do Conde como também quanto às políticas de trabalho. Faltam cinco dias para a eleição do novo Conselho.
      Analisando as listas candidatas, os nomes encontram-se distribuidos da seguinte forma:

      1. Por Coimbra Sempre (PCS): Goblins, Samblack, Vilacovense, Gwenhwyfar, Morgaine, Sigra, Ruan_garcia, Tiago81, Horacius, Tiralli, Diego_lopez, Dragonmaster98
      2. SALVAR COIMBRA (SC): Biagio, Dunpeal, Doramaria, Ltdamasceno, Mevygenio, Desiree, Elleonora, Bastillecbr, Biagio, Wolverine, Biagio, Amandinha - LISTA INCOMPLETA
      3. Unidos por Coimbra (UPC): Harkonen, Donnatela, Luis_ferreira, Psycorps, Haagen_dazs, Furyan, Darkskull34, Isaias, Babel, Secretgod, Liz, Jakedias

    • Ameaça de piratas hispânicos a Portugal
      Apesar de não haver nenhuma confirmação oficial sobre a actual situação da ameaça que pairou sobre o Reino de Portugal, mais propriamente o Condado do Porto, nas últimas semanas, os nomes adiantados pelo Conselho Real, à Ordem dos Cavaleiros Templários, onde desempenho a função de Mestre de Armas, que recai sobre a análise e alerta sobre determinados grupos e cidadãos listados como possíveis ameaças, posso afirmar que os grupos que segui relativamente a esta ameça encontram-se a vários dias de distância do Reino de Portugal. A informação que me foi feita chegar dá a conhecer que o grupo assinalado esteve sobre julgamento no condado vizinho, possívelmente por associações criminosas.


    Redigido em Roma a XIII de Novembro do ano de graça MCDLIX de Nosso Senhor.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 18:18

Sylarnash escreveu:



    Relatório informativo sobre o Condado de Coimbra
    Nós, Sua Excelência Sylarnash Manuel de Albuquerque, Baronete dos Mares e Rios, Embaixador Apostólico do Condado de Coimbra, diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, na nossa capacidade como Embaixador Apostólico fazemos saber das seguintes situações,

    • Aprovação de um "Plano Especial" (28/11/1459)
      Sem que nada o previsse nesta forma, o Conde do Condado de Coimbra decretou um Plano Especial que visa a obtenção de lucros através da desmobilização de determinadas cidades do Condado de Coimbra, com o pretexto de que estas trariam vantagens económicas para o condado e para os cidadãos. Para o Condado a alegada redução dos custos com os mineiros e a corrupção da cidade em causa. Para os cidadãos, apesar das perdas o Conde levou a querer que a não existência de taxas de mercado seriam suficientes para cobrir as desvantagens: falta de universidade, falta de tribunal e consequente justiça e a não concordância de um grande grupo de cidadãos e nobres de todo o condado.
      Levada a cabo a primeira experiência na cidade de Viseu, pelo Exército de Sua Majestade - o Rei Nortadas de Albuquerque -, isto dois dias depois da afixação do decreto, foi conhecido que houve mortes, danos estes que mesmo antes de serem conhecidos, já cidadãos se opunham e previam estes incidentes.
      Dia 6 de Dezembro o Conde em comunicado à população onde deu a conhecer que "Conselho do Condado està reunido para averiguar se vale a pena ou nao fazer novamente mais testes,mas possivelmente o resultado final serà nao fazer novamente" (palavras do Conde) e também que tomou responsabilidades em nome de dois soldados do exército em causa, quando um dos camponeses em causa apresentou denúncia por homicídio. Dando a conhecer os valores deste Plano Especial o Conde afirmou que no primeiro dia o salário das minas não foi pago pelo condado, já no segundo e restantes dias até dia 6 foram pagos pelo condado, o que segundo o Conde não torna este plano benéfico para a recuperação financeira.


    • Novos impostos condais (10/12/1459)
      Analisada a situação dos impostos, o Conde de Coimbra deu a conhecer no passado dia 10 que houve uma alteração nos impostos sobre as transacções de mercado, respectivamente: Bens essenciais 2%, Profissões : 3%, Bens não essenciais tipo nivel 3 ( roupa , armas , etc) 5%, Bens de luxo 9,9%. Esta questão dos impostos tem sido amplamente discutida em praça condal, apesar de que a voz dos cidadãos raramente, ou mesmo nunca, tem sido ouvida, como consequência a nível social os cidadãos cada vez menos se sentem necessários nas praças a tavernas, com a carga fiscal a sobrecarregar todas as classes sociais os mais novos são os que mais sofrem o que se traduz numa elevada mortalidade. (menos nascimentos e os que nascem, deixam o jogo dada a pequena quantidade de dinheiro para uso próprio)

      Redigido em Roma a XX de Dezembro do ano de graça MCDLIX de Nosso Senhor.



      Sylarnash de Albuquerque


Haagen_dazs escreveu:




Relatório do Porta-voz
01 de dezembro de 1459
XXIV Conselho de Coimbra



[CHANCELARIA]
Comissão Diplomática - Discussão iniciada pela ex Conselheira Sbcrugilo em busca de um nome entre os Conselheiros para a Comissão Diplomática. Ainda sem uma conclusão.
Tratado com a Sérvia - Discussão iniciada pelo Conde Goblins. Foi ouvida por todos, sem opinião contrária.
Tratado de Florença - Discussão também iniciada pelo Conde Goblins, com opiniões a favor dos demais Conselheiros.

[CASA DO POVO]
Problemas em Leiria - Discussão iniciada pelo Comissário do Comércio Vilacovense. Onde foi dito aos demais Conselheiros os problemas do Conselho em contato com o Representante da Casa do Povo. Mais tarde foi falado de outras cidades, mas problemas que foram resolvidos.
Vilas Francas - Discussão iniciada pelo Conde Goblins onde em pauta já se viu várias idéias girou para vários rumos, tem sido a discussão mais ativa.
Auditoria teste em Leiria - Discussão inciada pelo Tesoureiro Samblack. Um teste de auditoria de Leiria em base de conhecimentos de estado foi discutido uma aprovação, mas que foi sem sucesso.

[JUSTIÇA]
Aviso do tribunal - Discussão iniciada pela Juiza Gwenhwyfar. Onde a mesma veio falar de um problema causado por forças maiores. Onde se tentou comunicar os responsáveis, mas ainda sem uma resposta deles.

[ECONOMIA]
Comercio Externo - Discussão iniciada pelo Tesoureiro Samblack. Foi discutido uma proposta do Exterior, que não era vantajoso, houveram contra propostas e nas ultimas horas foi falado da questão levantada por Biagio sobre o queijo.
Novo Sistema Económico - Discussão iniciada pelo Tesoureiro Samblack. Foi discutido as novas mudanças como mandatos, minas, SMI.
Banco de Coimbra - Discussão iniciada pelo Conselheiro Harkonen. O Conselheiro fez uma proposta interessante de criar um Banco junto ao Condado, mas sem maneiras certas ainda de transitar esse dinheiro.
Plano Económico - Discussão antiga, revista pelo Tesoureiro Samblack em busca de se tirar proveito das idéias que poderiam ajudar a economia hoje.
Impostos sobre Mercadoria - Discussão iniciada pelo Tesoureiro Samblack ainda no antigo Conselho, mas vem sendo discutida com várias propostas e idéias.

[PORTOS]
Porto de Alcobaça - Uma rápida discussão iniciada pela Intendente de Obras e Minas Morgaine. Onde se foi questionado a mudança rápida do Capitão do Porto de Alcobaça para transferencia de bens, já que o mesmo era Prefeito.
Doações ao Porto de Aveiro - Houve uma proposta ainda no antigo Conselho feito pelo Capitão do Porto de Aveiro, mas sem acerto, sem sucesso ainda discutida.
Capitão do Porto de Aveiro - Discussão iniciada pelo Tesoureiro Samblack, onde foi se discutido um Capitão interino para o Porto de Aveiro já que o oficial havia sido afastado por forças maiores.

[MINAS]
Proposta para aumentar a Produção e Mineiros - Discussão iniciada pelo Comissário do Comércio Vilacovense. Foi apresentado aos Conselheiros uma idéia do CdC com o Tesoureiro. Agora com várias opiniões dos demais Conselheiros, mas ainda não se chegou a uma conclusão.

[IMPERADORES]
Dividas ao Imperador - Discussão iniciada pelo Conselheiro Harkonen. Onde foram postas perguntas ainda sem grandes respostas.

[EXÉRCITO]
Alimentos para o Exército - Discussão iniciada pela Juiza Gwenhwyfar, onde foi falado aos outros Conselheiros o atual estado do Exército quanto aos alimentos. Medidas rápidas foram tomadas.

Pedro Haagen Dazs
Porta-voz do Conselho XXIV



Haagen_dazs escreveu:

Relatório do Porta-voz
12 de dezembro de 1459
XXIV Conselho de Coimbra



[CASA DO POVO]
Vilas Francas - Discussão iniciada pelo Conde Goblins, antiga ainda é ativa e muito intensa, fala-se sobre o teste feito em Viseu seus resultados, prós e contras.
Situação financeira na cidade de Coimbra - Discussão iniciada pela Conselheira Sigra, onde a mesma apresenta fatos da grande e atual conquista que vem sendo a positividade do tesouro da Cidade.

[JUSTIÇA]
Proposta Alteração do LIVRO VIII - CÓDIGO PENAL - Discussão iniciada pelo Conselheiro Ruan_Garcia onde ele apresenta sua proposta com intuito de algumas alterações ao Livro citado.


[ECONOMIA]
Comércio Externo - Discussão iniciada pelo Conselheiro Samblack a alguns dias ainda se debate ofertas e propostas na discussão principalmente sobre o Queijo ainda sem grandes informações.
Encerramento da mina 2 - Discussão iniciada pelo Conselheiro Samblack com uma proposta apresentada junto a todos Conselheiros, não foi aprovada a mesma, que tinha o intuito de liquidar um pouco o tesouro do condado e diminuir o stock de ferro. Estuda-se propostas feitas pela IOM Morgaine na mesma discussão.
Pontos de Governo - Discussão iniciada pelo Conselheiro Samblack com uma proposta de baixa de contratações para pontos de Governo, não houve posição contrária, sem votação até então não houve nenhuma conclusão ou contra proposta.
Plano Económico - das Ideias à criação - Discussão antiga que ainda vem sido discutida com frequência, novas idéias apresentadas, novas resoluções, vem se desenvolvendo bem.
Impostos sobre mercadoria - Discussão também antiga onde reativada o tão temido imposto onde vários ou todos Conselheiros opinaram com propostas e críticas e chegou-se a um acordo que foi reduzir as taxas.

[MINAS]
Iniciativas de Natal - Discussão iniciada pelo Conselheiro Samblack onde o mesmo fez o apelo para desenvolver bem o RP na época natalina. Logo virou um leque de opções e está sendo discutido uma premiação especial para os Mineiros e também para o Exército.
Manutenções automáticas - Discussão iniciada pelo Conselheiro Samblack onde ele apresenta uma nova opção para a gestão das minas. Com opções automáticas, o mesmo vem sendo executado com total atenção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 19:53

Sylarnash escreveu:


      S.E. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Embaixador em An Mumhain e Laighean,
      Chefe do Departamento dos Reinos Britânicos.
    Relatório informativo sobre o Reino de Inglaterra
    Aos 19 dias do mês de Fevereiro de 1460, nós, Sylarnash Manuel de Albuquerque na nossa qualidade como Chefe do Departamento dos Reinos Britânicos, fazemos saber das seguintes informações sobre o Reino de Inglaterra,

    • Ataque e posterior falecimento do Monarca dos territórios ingleses + [ANEXO I]
      Sua Majestade, o Rei Faheud de Inglaterra foi, no passado dia 4 de Fevereiro de 1460 atacado por inimigos da Coroa Inglesa. Como consequência deste infeliz incidente ainda com pormenores por apurar, o monarca veio a falecer horas depois de ter apresentado a notícia da sua agressão.
      (ver cópia do anúncio público do monarca no documento anexo I)


    • Cerimónia de enterro fúnebre de S. M. Faheud realizou-se a 17 de Fevereiro
      A cerimónia fúnebre do falecido monarca teve início dos jardins reais contando com a presença de dezenas de visitantes e apoiantes da coroa. Os restos mortais do Rei Faheud foram levado em procissão até ao seu lugar de descanso eterno em Lewes. Faço também ainda saber da minha presença na cerimónia.

    • Candidaturas para novo Monarca seguidas de perto pelos eleitores + [ANEXO II]
      Com o falecimento do monarca inglês, nos territórios da coroa agora sobre a gestão interina da Princesa-Regente Ghostwriter foram convocadas candidaturas para novo representante da coroa do Reino de Inglaterra. Actualmente com quatro candidatos todos eles participam num aquecido debate pelo trono.
      São candidatos à coroa inglesa: Caitilin, Hezlog, Launcelot, Slon.
      Os seus programas eleitorais encontram-se no anexo II.




      Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Representante Diplomático para Laighean - Departamento dos Reinos Britânicos


ANEXO I escreveu:
      ANEXO I - Anúncio do Monarca Inglês sobre a sua Agressão


    [hrp]My fellow English citizens and visitors to this land.

    I regret to report that enemy elements have used an unknown path into the White Tower and made an attack on your King.

    The wounds are severe, but the surgeons are the best and doing what they can.

    If this is the last missive from my hand, then I really want to say

    It has been an honor.

    It has been a privilege.

    It has been a blessing to have walked, talked, and drank with all of you wonder souls.

    Jahspeed.



    p.s. please do not murder the surgeons if they fail, that they kept me alive to write this is a matter of miracles.[/hrp]


ANEXO II escreveu:
    ANEXO II - Programas de candidatura dos candidatos ao trono inglês


Citação :
Caitilin Morgan Stryke-de Lusignon (Caitilin), Earl of Wigton, Viscountess of Sudbury, Baronet of Plymouth

This very day I mourn the loss of a great King, Faheud, the First. He was a wise man and encouraged one and all he met.

But we must look to the future and learn from our past. That is why today, I, Lady Caitilin Stryke de Lusignon, do offer my life to the service of England and her people. I have seen many change since my first days as a young girl in Arundel in Sussex and we have, as a nation, weathered them admirably. I have traveled the length and breath of this great country and met the people that are its backbone, each one to be respected an honoured for the contributions they make both large and small. The people of England are its foundation and on that foundation we will build an even greater England.

I will not tarry here today for there is much to be done to prepare for a new monarch.

Citação :
Hezlog, Viscount of Oadby, Baron of Wilmslow

During the reign of King Faheud, England has taken great strides forward, towards unity, towards prosperity, and towards victory over those who still call us enemies. We have done well, and it is right to celebrate our recent accomplishments, but neither should we be ready to rest on our laurels; there is much to do still to achieve those three aims.

I can't claim to promise radical change, but neither do I believe that's what we need; I believe that England is on the right track, the merges of our Counties and the hard work in the following months has strengthened us more than ever before, and that by continuing in this vein, working with the Counties and with our National Institutions, we can continue to grow and improve as a people and as a Nation.

What I believe that England needs in a Monarch is a leader who can lead us forward on the path of unity, who is not afraid to engage in an offensive defence of our waters and our lands when they are threatened, who is not only willing, but enjoys actively engaging in seeking the views of the people of our Nation, who does not seek to favour one County over another, but who is able to take a National perspective, and look for what it is that our Nation as a whole needs and is asking for. I would be honoured to be considered for such a role.

Citação :
Launcelot, Baron of Cockington

Hey guys.... I thought about it. Then decided that I'd try again.

Elect me King.... and I promise that when I'm dead and buried, you'll look back and think, "Wow, that was entertaining."

And I promise I'll do my best not to screw up any of the important stuff that the guys who came before me worked so hard to build. Razz

As far as promises.... those are the two I'm willing to give ya right now. Check back with me later for updates.

Citação :
Slon, Viscount of Derby, Baron of Swadlincote

It is a sad day that England must mourn the loss of a King. I pray that Jah will watch over him and watch over England.

Looking to the future, England will need a new King. I have dedicated my life to serving England and her people, and I ask that I be given the opportunity to do this one last time. As a mayor, I've worked directly with average people to ensure their happiness and prosperity. As a three-term Count of Stafford and one-term Count of Mercia, I've had long periods of service and leadership. In those times, I've also worked to increase the unity between England's counties. As King, I see myself doing more of what I've done before. I'll still be in touch with the average people and their concerns. I'll still be leading and working for English unity.

There's a lot of work that needs to be done in England. Although we've made significant progress, we need to keep going. We need to examine every government institution and see what works and what doesn't, and make appropriate changes. We need to improve transparency so people aren't lost about what our national government does. We need to strengthen national unity and military preparedness so we aren't hit by surprise by our enemies again. We need a leader who can do all of those things. That's why I ask that let me be that leader.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 19:54

Sylarnash escreveu:



    Relatório informativo sobre o Condado de Coimbra
    Nós, Sua Alteza, Sylarnash Manuel de Albuquerque, Baronete dos Mares e Rios, diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, na nossa capacidade como Núncio Apostólico fazemos saber das seguintes situações,

    • Alcobaça sofre uma revolta por forças do mal (12/10/1459)
      Na manhã do dia doze os cidadãos de Alcobaça denotaram que a Casa do Povo se encontrava a ser chefiada por um desconhecido, que não o prefeito legitimamente eleito, esta revolta causou terror nos cidadãos, de tal forma que foi apelado à Inquisição In Gratebus que procedeu à análise do revoltoso, tendo o mesmo acabado por ser deposto ainda no mesmo dia, apesar das suas acções o mesmo foi direccionado para o tribunal condal para julgamento e punição pelas suas acções. A Casa do Povo, já foi recuperada um membro da nobreza portuguesa, nomeadamente, Dom Vega_adc Camões, Marquês de Vila Real.

    • Eleições no Condado de Coimbra
      Decorrendo o período de eleições condais, denota-se novamente uma grande afluência às candidaturas, o que de novo trará discórdia, não só quanto à eleição do Conde como também quanto às políticas de trabalho.
      Analisando as listas candidatas, os nomes encontram-se distribuidos da seguinte forma:

      1. Por Coimbra Sempre (PCS): Goblins, Samblack, Vilacovense, Gwenhwyfar, Morgaine, Sigra, Ruan_garcia, Tiago81, Horacius, Tiralli, Diego_lopez, Dragonmaster98
      2. SALVAR COIMBRA (SC): Biagio, Dunpeal, Doramaria, Ltdamasceno, Mevygenio, Desiree, Elleonora, Bastillecbr, Biagio, Wolverine, Biagio, Amandinha - LISTA INCOMPLETA
      3. Unidos por Coimbra (UPC): Harkonen, Donnatela, Luis_ferreira, Psycorps, Haagen_dazs, Furyan, Darkskull34, Isaias, Babel, Secretgod, Liz, Jakedias
      • Ameaça de piratas hispânicos a Portugal
        Apesar de não haver nenhuma confirmação oficial sobre a actual situação da ameaça que pairou sobre o Reino de Portugal, mais propriamente o Condado do Porto, nas últimas semanas, os nomes adiantados pelo Conselho Real, à Ordem dos Cavaleiros Templários, onde desempenho a função de Mestre de Armas, que recai sobre a análise e alerta sobre determinados grupos e cidadãos listados como possíveis ameaças, posso afirmar que os grupos que segui relativamente a esta ameça encontram-se a vários dias de distância do Reino de Portugal. A informação que me foi feita chegar dá a conhecer que o grupo assinalado esteve sobre julgamento no condado vizinho, possívelmente por associações criminosas.


        Redigido em Roma a XIII de Novembro do ano de graça MCDLIX de Nosso Senhor.



        Sylarnash de Albuquerque

Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 19:54

Sylarnash escreveu:


      Mons. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Cónego da Santa Inquisição de Coimbra
      Núncio Apostólico da Província de Coimbra
    Relatório informativo sobre a Província de Coimbra
    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque, Cónego da Santa Inquisição da Diocese de Coimbra e, Núncio Apostólico da Província de Coimbra, diante do Altíssimo, fazemos saber das seguintes informações sobre a Província de Coimbra,

    • Auditorias por iniciativa de Cidadãos Nivel 3
      Depois de criada a possibilidade de execução de auditorias às tesourarias provinciais e locais os conselheiros têm vindo a discutir a regulamentação desta nova medida de análise das contas das tesourarias.

    • Análise sobre o modo de pagamento dos impostos por parte das povoações ao condado
      A saber-se que há já vários largos meses que devido à deplorável administração da tesouraria da província (condado) que os conselheiros criaram um imposto que deverá ser pago ao conselho como forma de redução do défice da província. Este imposto é deixado à discrição da Casa do Povo local cobra-lo por meio de impostos aos cidadãos ou então suporta-los sem interagir com as economias de cada cidadão. O Conselho da Província tem vindo a discutir uma alteração ao pagamento do imposto, conforme sugerido pelo prefeito da Casa do Povo de Alcobaça.

    • Análise sobre a falta de produção de Pedra
      Juntamente com a análise de uma possível iniciação às exportações das produções provinciais o Conselho de Coimbra tem vindo a discutir a forma mais adequada de suprir a necessidade de pedra. Apesar de a Província de conta com duas minas de ferro, duas minas de pedra e uma mina de ouro aparentemente a produção de pedra situadas em Guarda, Leiria e Alcobaça não têm conseguido suportar as despesas criadas pelas manutenções das minas.

    • Composição do actual Conselho da Província de Coimbra
      Apresenta-se de seguida a nova composição do Conselho da Província de Coimbra após ter-se procedido no interregno deste e do anterior relatório à eleição do conselho apenas com uma lista:



      Redigido em Roma a III de Abril do ano de graça MCDLX de Nosso Senhor.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 19:55

Sylarnash escreveu:


      Mons. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Cónego da Santa Inquisição de Coimbra
      Núncio Apostólico da Província de Coimbra
    Relatório informativo sobre a Província do Porto
    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque, Cónego da Santa Inquisição da Diocese de Coimbra e, Núncio Apostólico da Província de Coimbra, diante do Altíssimo, fazemos saber das seguintes informações sobre a Coroa Portuguesa e o Reino de Portugal,

    • Análise do Relatório - Balanço Final do XXVI Conselho da Província do Porto elaborado pelo Governador
      De forma bastante detalhada e promissora o Governador da Província do Porto esmiuçou os trabalhos realizados pelo Conselho por si governado num único relatório que será analisado por mim nos pontos abaixo.
      O Governador inicia o seu balanço por definir a opinião acerca de como foi difícil de liderar o conselho que terminara recentemente, foi-lhe pedido que liderasse a equipa pela qual foi eleito Governador apenas dois dias antes do término da votação o que complicou a situação. Também o facto de 3 dos conselheiros eleitos terem se afastado, dois deles chegaram mesmo a demitir-se enquanto um deles entrou em retiro não facilitou a sua árdua tarefa de governador.


    • Evolução económica do Porto
      Economicamente a Província do Porto esteve bem representada durante o mandato de Kalled enquanto Governador do Porto. Numa primeira instância com Lfrvot como tesoureiro, escolhido devido à sua experiência no ramo, o mesmo realizou um trabalho bastante exemplar, contudo a demissão do mesmo levou a que alterações nas funções dos conselheiros fossem feitas, e o Conselheiro Shyido trocou Gabinete do Comércio pelo da Tesouraria, e segundo as palavras do Governador "o Tesoureiro Shyido tomou conta do recado com excelência". A Província tem actualmente uma dívida real de 143930,70 cruzados.

    • Tribunal de Justiça e Procuradoria Pública
      A nível judicial ambos o juiz e procurador no nosso ponto de vista trabalharam com distinção, realizando 4 Condenações, 3 Absolvições e 1 processo encontra-se ainda em Aberto.
      • [Escravatura] Sccm vc Condado do Porto - Absolvida - 07-03-1460
      • [Desordem Pública] Sccm vs Condado do Porto - Condenada - 07-03-1460
      • [Desordem Pública] Sccm vs Condado do Porto - Condenada - 07-03-1460
      • [Desordem Pública] Sccm vs Condado do Porto - Condenada - 07-03-1460
      • [Desordem Pública] Sccm vs Condado do Porto - Condenada - 07-03-1460
      • [Alta Traição] Lfrvot vs Condado do Porto - Absolvido - 10-03-1460 (na RCJ por envolver o Governador)
      • [Alta Traição] Kalled vs Condado do Porto - Absolvido - 10-03-1460 (na RCJ por envolver o Governador)
      • [Escravatura] Martkey vs Condado do Porto - Aberto

    • Comunicação e alterações na Povíncia
      Com uma excelente intervenção a nível provincial o Conselho da Província realizou uma série de comunicados, em grande parte deles de extrema necessidade.
      • Dia 10 Fevereiro: Comunicado à população acerca da ausência do Conselheiro Marcacão.
      • Dia 11 Fevereiro: Aprovada revolta em Chaves. Roberta toma o poder.
        Montreal15 foi destituído do poder, visto não ter confiança do Conselho por ter sido condenado dias antes em tribunal.
      • Dia 12 Fevereiro: Aprovada alteração na Lei de Impostos Condais.
      • Dia 13 Fevereiro: Abertas candidaturas para Capitão Portuário.
      • Dia 15 Fevereiro: Aprovada suspensão dos impostos.
        Deixaram de ser cobrados impostos sobre os produtos e contratações.
      • Dia 15 Fevereiro: Finalizada troca comercial com Coimbra (300 qt. de pedra por 225 kg de ferro).
      • Dia 20 Fevereiro: Aprovada alteração das Regras do Sorteio Roteiro do Vinho.
      • Dia 22 Fevereiro: Ramone é eleito Capitão Portuário.
      • Dia 26 Fevereiro: Demissão do Conselheiro Thiago.
        Linda_isy assume a pasta de Comissária da Guarda, até então ocupada pelo Conselheiro demisso.
      • Dia 29 Fevereiro: Conselheiro Lfrvot acusado em tribunal de Alta Traição pelo Governador.
        Acusação deu-se após as três faltas nas votações.
      • Dia 05 Março: Aprovado encerramento da pedreira.
      • Dia 13 Março: Iniciadas as obras no porto marítimo do Porto.
      • Dia 20 Março: Aprovada revolta em Chaves. Arcturis toma o poder.
        Após o pedido da então Prefeita para ser substituída, o pedido é acedido e a revolta é autorizada.

    • Evolução do Porto Marítimo da Cidade do Porto
      Havendo um único porto a ser evoluído em toda a província, a cidade do Porto tem mantido uma excelente mobilização para o melhoramento do porto portuense. A nível de doações o capitão portuário recebeu um valor superior a 1000 cruzados e 100 pedra fruto do trabalho e dedicação dos cidadãos da província. Actualmente o porto encontra-se na primeira fase de evolução para nível 3.

    • Composição do actual Conselho da Província do Porto
      Apresenta-se de seguida a nova composição do Conselho da Província do Porto após ter-se procedido no interregno deste e do anterior relatório à eleição do conselho apenas com uma lista:



      Redigido em Roma a III de Abril do ano de graça MCDLX de Nosso Senhor.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Seg 07 Maio 2012, 19:56




Monsignor Sylarnash de Albuquerque escreveu:

    To the Chancellor of the An Mumhain
    Lady Wandress Montgomery



    Dearest Chancellor,

    It's been a few weeks since I visited An Mumhain and would like to formally say thank you for the hospitality during our stay in your Duchy. The days passed in your territories were at the same time comforting, pleasurable, and very productive in terms of integration on Irish culture. The culture that has always fascinated me, and I could finally meet and contact.

    Therefore, I leave this way the gratitude on my part and of those who traveled with me, and finally I thank you on behalf of the Royal Chancellery of Portugal hospitality offered to citizens of this allied territory.

    I would also like to provide to you some information about the kingdom of Portugal and of national authorities. [The information mentioned attached in the annexes]

    I endorse with my best regards,
    Jah bless,



      Monsignor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Royal Secretary - Canon of the Holy Inquition of Coimbra




Attachment I escreveu:




Attachment II escreveu:




Attachment III escreveu:




Attachment IV escreveu:









Monsenhor Sylarnash de Albuquerque escreveu:

    À Chanceler de An Mumhain
    Lady Wandress Montgomery



    Cara Chanceler,

    Passaram-se algumas semanas desde que visitei An Mumhain e gostaria de formalmente agradecer a hospitalidade por vós tida durante a nossa estadia no Ducado. Os dias passados nos vossos territórios foram ao mesmo tempo reconfortantes, prazerosos, e bastante produtivos em termos de integração na cultura irlandesa. Cultura essa que desde sempre me fascinou, e pude finalmente conhecer e contactar.

    Deixo portanto desta forma o agradecimento da minha parte e daqueles que comigo viajaram, e por fim agradeço em nome da Real Chancelaria de Portugal a hospitalidade oferecida para com os cidadãos deste território aliado.

    Gostaria ainda de fornecer vos algumas informações acerca do Reino de Portugal e dos órgãos nacionais. [Seguem em anexos as informações referidas]

    Subscrevo com os meus melhores cumprimentos,
    Jah vos abençoe,



      Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Representante Diplomático em An Mumhain




ANEXO I escreveu:




ANEXO II escreveu:

    Governo da Província do Porto




ANEXO III escreveu:




ANEXO IV escreveu:


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Sab 26 Maio 2012, 20:34

Sylarnash escreveu:

      Mons. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Cónego da Santa Inquisição de Coimbra
      Núncio Apostólico da Província de Coimbra

    Relatório informativo sobre a Província de Coimbra
    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque, Cónego da Santa Inquisição da Diocese de Coimbra e, Núncio Apostólico da Província de Coimbra, diante do Altíssimo, fazemos saber das seguintes informações sobre a Província de Coimbra,

    • Decreto de Apoio Militar
      Amplamente discutido o Decreto de Apoio Militar da Província de Coimbra tem em vista colaboração a nível local, das Casas do Povo, na alimentação dos exércitos da província. Este decreto encontra em revisão afim compreender na mesma colecta tanto o Apoio Militar como o Imposto das cidades à Província.

    • Eleição do Novo Conselho da Província de Coimbra
      No passado dia 16 de Maio os cidadãos da província votaram o novo conselho onde a lista "Por Justiça" (PJ) obteve 62% dos votos contra a lista "Picaretas Independentes" (PI) com 38%. O Conselho decidiu, sem consenso, pela eleição de Aka_Amber como governadora. A governadora distribuiu os cargos entregando a Monsterguid a posição subvalorizada de Comissário da Guarda posição esta sem função definida no Reino de Portugal, e a Sylarnash foi entregue a posição de Intendente das Obras e Minas. Extreminer e Laurinha deixaram o conselho recentemente sendo substituídos por Cabocla_jussarra e Psycorps.

    • Exército da Província
      Nos salões privados do conselho encontra-se ainda em discussão, apesar de pouco participada, a substituição do Comandante do Exército de Coimbra. Dom Psycorps apresentou o seu pedido de desmobilização do exército onde patrulha as cidades da província à mais de ano e meio.

    • Nomeação dos Juízes para a Real Casa da Justiça
      Encontra-se neste momento em votação a eleição do novo grupo de magistrados que irão representar a província na Real Casa de Justiça, instituição de apelo e recurso do Reino de Portugal. Os critérios de escolha encontram-se subvalorizados, primando outros assuntos para além da parcialidade, seriedade e conhecimentos jurídicos.

    • Parlamento Português
      Na corte onde se encontram reunidos os conselhos das três províncias com a coroa encontra-se a discutir uma alteração ao sistema de recurso e apelo jurídico, uma alteração escrita pelo falecido Monarca Dom Nortadas. Ainda se encontra a discutir a implementação do Livro V - livro regulamentador das actividades militares no Reino de Portugal.

    • Composição do actual Conselho da Província de Coimbra
      Apresenta-se de seguida a nova composição do Conselho da Província de Coimbra após ter-se procedido no interregno deste e do anterior relatório à eleição do conselho apenas com uma lista:



      Redigido em Roma a XXVI de Maio do ano de graça MCDLX de Nosso Senhor.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Dom 27 Maio 2012, 20:36

Monsenhor Sylarnash de Albuquerque escreveu:

    Ao Real Chanceler do Reino de Portugal
    Matheus Ildefonso Luiz Martins de Almeida e Miranda



    Caro Real Chanceler,

    Escrevo-vos este documento como acrescento ao Relatório do Departamento dos Reinos Britânicos, cuja nossa função assim o requer e apresentamos-lhe a nossa opinião sobre o andamento do departamento, as informações mais básicas seguem em anexo.

    Gostaríamos de sublinhar a estagnação diplomática sentida desde a nossa nomeação para esta posição, os constantes retiros espirituais, mortes ou ocupações de maior índole têm dado lugar a esta acalmia sentida em demasia e portanto à existência de uma quebra de relações.
    Assinalamos o falecimento de Donnatela Ribeiro de Albuquerque e por conseguinte a quebra de ligações entre o Ducado de Cúige Chonnacht na Irlanda e o Reino de Portugal. Juntamos ainda a este grupo de diplomatas falecidos Dom Harkonen, que por sua vez deixou a Embaixada Real Inglesa.

    À excepção das nossas embaixadas todas as restantes encontram-se sem relatórios, participações ou informações desde os finais do mês de Janeiro.
    Gostaríamos ainda de nos propor para iniciar funções nas embaixadas da Coroa Inglesa e para a última embaixada irlandesa sem representante diplomático, Cúige Chonnacht.

    Sem nada mais a declarar relativamente aos andamentos do Departamento dos Reinos Britânicos,
    Jah o abençoe e protega,



      Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Chefe do Departamento dos Reinos Britânicos






Anexo escreveu:


    RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE O DEPARTAMENTO DOS REINOS BRITÂNICOS

    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque na qualidade de Chefe do Departamento dos Reinos Britânicos da Real Chancelaria do Reino de Portugal fazemos saber das seguintes informações sobre o funcionamento do departamento por nós chefiado,

    • REINO DA ESCÓCIA
      Condado de Glasgow (Diplomata Thegold): Informações datadas de Dezembro de 1459 dão-nos conta da existência de uma discussão sobre um tratado entre ambos os territórios.
      Não existem informações ou relatórios mais recentes.

      Condado de Galloway (Diplomata Thegold): As informações partilhadas dão-nos conta da possibilidade de ainda não ter sido dado acessos à embaixada estrangeira, não existindo portanto partilha de informações ou contactos diplomáticos propriamente ditos.
      Desde 6 de Dezembro de 1459 que não existem informações ou relatórios.

    • REINO DA INGLATERRA
      Embaixada Real (Sem Diplomata): Apesar do recente falecimento do Regente Dom Harkonen as últimas informações entregues pelo mesmo datam de 7 de Outubro do ano que passou. Foi dado, à altura, um escritório de trabalho contudo receamos que o mesmo não tenha sido muito utilizado.
      Há necessidade de um novo diplomata para reestabelecer relações com a Coroa Inglesa.

      Condado de Sussex (Diplomata Luis_ferreira): As informações no escritório foram actualizadas pela última vez em finais de Janeiro. Existia um anterior interesse em compra dos bens produzidos em Portugal contudo não existiu mais nenhuma informações sobre o assunto.
      Desde 29 de Janeiro de 1460 que não existem informações ou relatórios.

      Condado de Devon (Diplomata Hijacker): As informações no escritório foram actualizadas pela última vez em finais de Janeiro. Um tratado de cooperação foi mencionado contudo sem quaisquer contra-resposta.
      Desde 20 de Janeiro de 1460 que não existem informações ou relatórios.

      Condado de Mercia (Diplomata Hijacker): As últimas informações passadas pelo diplomata dão-nos a conhecer a sua espera pela reescrita do tratado para o apresentar. Além do tratado as informações dos detentores de cargos de gestão do condado não são actualizadas há já alguns meses.
      Desde 20 de Janeiro de 1460 que não existem informações ou relatórios.

      Condado de Westmorland (Diplomata Horacius): As informações no escritório foram actualizadas pela última vez em inícios de Dezembro. As últimas informações dão a conhecer a intenção de criar um tratado contudo não existe resposta de volta.
      Desde 7 de Dezembro de 1459 que não existem informações ou relatórios.

    • IRLANDA
      Ducado de Cúige Chonnacht (Sem Diplomata): Depois de Outubro do ano passado não existem novos dados.
      Há necessidade de um novo diplomata para reestabelecer relações com Cúige Chonnacht.

      Ducado de Laighean (Diplomata Sylarnash): As informações partilhadas dão-nos conta da não colaboração das entidades do Ducado de Laighean em relações diplomáticas, desde Dezembro que o diplomata tem contactado as autoridades locais mas sem resposta.
      Último relatório de 18 de Abril.

      Ducado de An Mumhain (Diplomata Sylarnash): O Ducado tem sido bastante acolhedor, o próprio diplomata português esteve em contacto no território estrangeiro aliado e fora bastante bem recebido conforme confidenciado nas cópias dos documentos diplomáticos. O último contacto na tentativa de reestabelecer relações após a estadia em An Mumhain não foi correspondido, o diplomata encontra-se no aguardo de informações sobre o território aliado.
      Último relatório de 18 de Abril.




      Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Departamento dos Reinos Britânicos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Sab 07 Jul 2012, 19:16

Sylarnash escreveu:

      Mons. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Cónego da Santa Inquisição de Coimbra
      Núncio Apostólico da Província de Coimbra

    Relatório informativo sobre a Província de Coimbra
    Nós, Sylarnash Manuel de Albuquerque, Cónego da Santa Inquisição da Diocese de Coimbra, Núncio Apostólico de Coimbra e Conde de Óbidos, diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, fazemos saber das seguintes informações sobre a Província de Coimbra,

    • Decreto de Apoio Militar
      Amplamente discutido o Decreto de Apoio Militar da Província de Coimbra tem em vista colaboração a nível local, das Casas do Povo, na alimentação dos exércitos da província. Este decreto encontra em revisão afim compreender na mesma colecta tanto o Apoio Militar como o Imposto das cidades à Província.

    • Eleição do Novo Conselho da Província de Coimbra
      No passado dia 16 de Maio os cidadãos da província votaram o novo conselho onde a lista "Por Justiça" (PJ) obteve 62% dos votos contra a lista "Picaretas Independentes" (PI) com 38%. O Conselho decidiu, sem consenso, pela eleição de Aka_Amber como governadora. A governadora distribuiu os cargos entregando a Monsterguid a posição subvalorizada de Comissário da Guarda posição esta sem função definida no Reino de Portugal, e a Sylarnash foi entregue a posição de Intendente das Obras e Minas. Extreminer e Laurinha deixaram o conselho recentemente sendo substituídos por Cabocla_jussarra e Psycorps.

    • Exército da Província
      Nos salões privados do conselho encontra-se ainda em discussão, apesar de pouco participada, a substituição do Comandante do Exército de Coimbra. Dom Psycorps apresentou o seu pedido de desmobilização do exército onde patrulha as cidades da província à mais de ano e meio.

    • Nomeação dos Juízes para a Real Casa da Justiça
      Encontra-se neste momento em votação a eleição do novo grupo de magistrados que irão representar a província na Real Casa de Justiça, instituição de apelo e recurso do Reino de Portugal. Os critérios de escolha encontram-se subvalorizados, primando outros assuntos para além da parcialidade, seriedade e conhecimentos jurídicos.

    • Parlamento Português
      Na corte onde se encontram reunidos os conselhos das três províncias com a coroa encontra-se a discutir uma alteração ao sistema de recurso e apelo jurídico, uma alteração escrita pelo falecido Monarca Dom Nortadas. Ainda se encontra a discutir a implementação do Livro V - livro regulamentador das actividades militares no Reino de Portugal.

    • Composição do actual Conselho da Província de Coimbra
      Apresenta-se de seguida a nova composição do Conselho da Província de Coimbra após ter-se procedido no interregno deste e do anterior relatório à eleição do conselho apenas com uma lista:



      Redigido em Roma a XXVI de Maio do ano de graça MCDLX de Nosso Senhor.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Sex 13 Jul 2012, 22:17

Sylarnash escreveu:


    RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE AS CAPELAS DE PORTUGAL

    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque na qualidade de Inspector de Capelas do Reino de Portugal fazemos saber das seguintes informações sobre o funcionamento das capelas da zona linguística portuguesa,

    • ARQUIDIOCESE DE BRAGA
      Capela de Santa Galadrielle do Douro (Capelão Lfrvot): A Capela Nobiliar da Família Miranda mostra alguma inactividade, a última cerimónia realizou-se no início do actual ano. Existem três pedidos por realizar, um de Casamento de Jujuba e Necasboy, um pedido de cerimónia fúnebre de Jujuba que veio a falecer ainda noiva, e ainda um pedido de cerimónia fúnebre de Nffb. A Capela não possui um local de registo próprio e de tal forma tem sido usado pelo Arcebispo responsável o registo nacional.
      Nos últimos três meses não foram realizadas quaisquer cerimónia. A última cerimónia data de 03 Janeiro 1460.

      Capela de São Valentim (Capelão Capeside69): Recentemente o Cardeal Thegold nomeou Capeside69 à posição de Capelão desta Capela, é-nos imperceptível se foi realizada tal alteração com o conhecimento da Prefeitura ou não. Esta Capela mantém-se sem cerimónias desde os finais do ano passado, no entanto os devotos fieis têm feito uso desta capela para fazer as suas orações. A Capela mantém um registo de cerimónias no entanto o mesmo não é usado à dois anos. Pressupõe-se que o Arcebispo que registou as cerimónias o tem feito no registo nacional.
      Nos últimos três meses não foram realizadas quaisquer cerimónia. A última cerimónia data de 3 de Novembro de 1459.

    • ARQUIDIOCESE DE LISBOA
      Capela de Tomar (Capelão Thegold): À alguns meses a Ordem dos Cavaleiros Templários efectuou algumas obras nas suas propriedades e por conseguinte alterou alguns locais da pequena capela, inclusive o nome de Capela da Ordem Templária para Capela de Tomar. (alteração do fórum) As cerimónias encontram-se a ser feitas com enorme regularidade. A Capela mantém um registo denominado "Depositório da Cruz da Capela de Tomar" no entanto o mesmo já não é actualizado desde o mês de Abril, presume-se dada a palavra de registo do Capelão que as cerimónias têm sido registadas no registo nacional.
      Nos últimos três meses as cerimónias têm sido regulares mesmo não sendo registadas no registo local.

      Capela de Santa Iria (Capelão Senhordeleiria): A Capela Nobiliar da Família Sagres mantém uma enorme acalmia e silêncio. Ao longo do último ano a Capela de Santa Iria manteve-se parada, tendo apenas existido, e bastante recentemente, um momento de oração. A Capela possui um registo local, contudo o mesmo não se encontra actualizado havendo duas cerimónias de 1459 (as duas últimas) por registar.
      Nos últimos três meses não foram realizadas quaisquer cerimónia. A última cerimónia data de 09 Julho 1459.

      Capela Santa Maria Madalena (Capelão Tocha): Actualmente a Capela mais activa na zona portuguesa, a Capela da Família Monforte, tem realizado com bastante frequência cerimónias para uma capela familiar. Apesar de não existir um registo local poder-se-ia dizer que os registos são feitos no registo nacional, no entanto o Arcebispo não tem, nos locais das cerimónias, dado aviso de registo.
      Nos últimos três meses foram realizadas 3 cerimónias.

    • OUTRAS CAPELAS
      San Miguel Arcanjo (Capelão Monsterguid): Tratando-se de uma Capela Militar a Capela de San Miguel Arcanjo tem tido cerimónias com bastante frequência. A Capela mantém um registo local actualizado. No entanto sublinha-se o facto de as cerimónias acabadas não serem acessíveis a não registados e o facto de tendo a capela sido recentemente reconhecida existiram cerimónias anteriores ao reconhecimento.
      Nos últimos três meses as cerimónias têm sido regulares.

      São Miguel Arcanjo (Capelão Monsterguid): Apesar de ainda se encontrar em vias de oficialização pela Prefeitura das Capelas, a Capela da Família Albuquerque já foi Consagrada e encontra-se à espera da conclusão do próximo passo.
      A situação reporta-se aos 13 dias do mês de Julho.

      Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Conde de Óbidos - Cónego da Inquisição Coimbra





Sylarnash escreveu:


    REPORT ABOUT THE CHAPELS OF PORTUGAL

    We, Monsignor Sylarnash Manuel de Albuquerque acting as Inspector of Chapels of the Kingdom of Portugal report the following information about the functioning of the chapels of the portuguese language area,

    • ARCHDIOCESE OF BRAGA
      Capela de Santa Galadrielle do Douro (Chaplain Lfrvot): The Nobiliar Chapel of the Miranda Family shows some activity, the last ceremony took place at the beginning of the current year. There are three requests to new ceremonies, the Wedding of Jujuba and Necasboy, a request for the funeral of Jujuba who died still engaged, and also a request for funeral of Nffb. The Chapel does not have a local register, and so has been used by the Archbishop in charge the national register.
      Over the past three months were not performed any ceremony. The last ceremony date January 3, 1460.

      Capela de São Valentim (Chaplain Capeside69): Recently the Cardinal Thegold appointed Capeside69 to the position of chaplain of this chapel, is imperceptible if such modification was performed with knowledge of the Prefecture or not. The Chapel remains without ceremonies since the end of last year, however faithful and devoutees have made use of this chapel to make their prayers. The Chapel maintains a log of ceremonies however it is not used for two years. It is assumed that the Archbishop has been registered the ceremonies in the national register.
      Over the past three months were not performed any ceremony. The ceremony last date of November 3, 1459.

    • ARCHDIOCESE OF LISBOA
      Capela de Tomar (Chaplain Thegold): A few months ago the Ordem dos Cavaleiros Templários carried out some works on their properties and therefore changed some of the local small chapel places, including the name from Capela Da Ordem Templária, for Capela de Tomar. (they have changed the forum) The ceremonies are being made ​​with great regularity. The Chapel keep a register called "Depositório da Cruz da Capela de Tomar" however it has not been updated since the month of April, presumably because the word gave by the chaplain the record of the ceremonies have been registered on the National Register.
      Over the past three months the ceremonies have been regularly although not registered in local registry.

      Capela de Santa Iria (Chaplain Senhordeleiria): The Nobiliar Chapel of the Sagres Family has a great calm and silence. Over the last year the Capela de Santa Iria remained still, having only , and quite recently, a moment of prayer. The Chapel has a local registry, however it has not been updated there is two ceremonies in 1459 (the last two) to register.
      Over the past three months were not performed any ceremony. The last ceremony date July 9, 1459.

      Capela Santa Maria Madalena (Chaplain Tocha): Currently the Chapel is the most active in the area of Portugal, the Chapel of Family Monforte, has performed quite often ceremonies for a familiar chapel. Despite having no local registration It could be said that the records are kept on the national register, but the Archbishop has not, in the local of the ceremonies, given acknowledgment of registration.
      Over the past three months were performed three ceremonies.

    • OTHER CHAPELS
      San Miguel Arcanjo (Chaplain Monsterguid): In the case of this Military Chapel a Capela de San Miguel Arcanjo has had ceremonies quite often. The Chapel has a local registry updated. However it should be noted the fact that the finished ceremonies are not accessible to non-registered persons and the fact that the chapel has been recently recognized and there are ceremonies before the recognization.
      Over the past three months the ceremonies have been regular.

      São Miguel Arcanjo (Chaplain Monsterguid): Despite still being in the process of formalization by the Prefecture of the Chapels, the Chapel of the Albuquerque Family has been consecrated and is awaiting the completion of the next step.
      The situation refers to 13 days of July.

      Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
      Count of Óbidos - Canon of the Inquisition of Coimbra



Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Qui 14 Fev 2013, 19:33

Sylarnash escreveu:

    RECURSOS HUMANOS

    Novos diplomatas
    Revelando-se um período de grande aceitação de novos diplomatas, foram contactados todos os cidadãos que demonstraram, nos últimos meses, interesse em fazer parte do Corpo Diplomático da Real Chancelaria, e dos que ainda reafirmaram interesse no trabalho diplomático, foram enviadas provas escritas aos mesmos, destes foram aceites: Jorge_gaspar; Money_of_poors; Sigmon; Nikeairii. E foram reprovados: Dalur (não entregou a prova escrita); Nelsinho (não entregou a prova escrita); Mestrojoao (não entregou a prova escrita); Dragonmaster98.

    Suspensões/Dispensas
    Dado o silêncio que se fazia sentir no seio do Corpo Diplomático da Real Chancelaria, foram contactados todos os diplomatas. Devido a inatividade, inexistência de informações, e desinteresse em continuar no exercício de trabalho diplomático, foram dispensados das embaixadas para as quais estavam nomeados: Bandida; Diego_lopez; Goblins; Horacius; Joanokax; John_of_portugal; Joszef; Kyeez; Thegold; Vitor; Zatarra.
    De salientar ainda a suspensão de exercício de funções diplomáticas de Sbcrugilo devido a má conduta; obstrução do regimento, da política externa e obrigações no exterior; e, ainda, devido a um comportamento antiético. [ANEXO I]

    Demissões
    Após termos recebido os pedidos de demissão do Embaixador de Sícilia, Monsenhor Monsterguid, e o pedido de demissão que nos foi enviado em privado por Hijacker, os mesmos foram aceites, tendo sido revogados os acessos dos mesmos à Real Chancelaria.

    Colocações
    Com a recepção de novos diplomatas, foram distribuídas novas missões diplomáticas aos mesmos. Nomeadamente:
    Jorge Gaspar em Castela, Glasgow e Galloway;
    Sigmon em Catalunha;
    Money_of_poors Devon, Mercia e Embaixada Real Inglesa.


    ACTIVIDADE DIPLOMÁTICA
    Todos os novos diplomatas estão ainda a iniciar actividade iniciando os seus contactos com os territórios para os quais estão nomeados, existe apenas um tratado em discussão, esta discussão data já, desde, pelo menos, Setembro de 1459, o novo diplomata Jorge Gaspar, encontra-se, agora, responsável pelo mesmo.


    ACTIVIDADE INTERNA

    Encontro com o Real Chanceler - MARQUE A SUA PRESENÇA
    Foi criada e marcada uma reunião conjunta com os diplomatas afim de os mesmos marcarem presença e reafirmarem a disponibilidade para o trabalho na Real Chancelaria, isto devido à extrema e preocupante pacificidade e acalmia nos trabalhos da Real Chancelaria Portuguesa nos últimos meses. Alguns diplomatas marcaram presença.

    Criação de Quadros de Línguas Faladas
    Ao iniciar os trabalhos como Real Chanceler denotou-se a falta de uma lista de línguas que os diplomatas falavam, após procurar nos registos de cada um chegou-se a um quadro final, e que foi apresentado na reunião tida. [ANEXO II]

    Criação da Biblioteca da Real Chancelaria
    Vários eram os documentos espalhados pela entrada da Real Chancelaria, alguns deles actualizados outros nem por isso. Foi procurada uma solução para o problema da enorme quantidade de documentos, e a solução passou pela criação da Biblioteca da Real Chancelaria, onde estes documentos ficarão armazenados de forma mais segura, prática, e cómoda para os leitores. [ANEXO III]





        Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
        Real Chanceler - Conde de Óbidos





ANEXO I escreveu:


    SUSPENSÃO DE SBCRUGILO DO EXERCÍCIO DE FUNÇÕES DIPLOMÁTICAS


    Foram, recentemente, apresentados indícios de uma sobrecarga no trabalho da Diplomata Sbcrugilo na Real Chancelaria. Condescendentemente e entendendo-o, foram designados novos Diplomatas para as suas embaixadas. Na embaixada de Castela, o Diplomata Jorge Gaspar foi, por nós, destacado, afim de desempenhar funções a par de Sbcrugilo e a ajudar na representação do Reino de Portugal no território referido.
    Infelizmente a Diplomata Sbcrugilo reagiu mal a esta nomeação, demonstrando uma atitude ofensiva e desrespeitosa. De tal forma, ao ponto de levar a Chanceler de Castela a ignorar a nomeação do diplomata português, tendo esta, e cingindo-nos com base nas palavras da própria Diplomata Sbcrugilo, decidido prosseguir os trabalhos diplomáticos somente com a mesma.

    Após termos cuidadosamente analisado a situação, consideramos que foi colocada em causa a legitimidade de um representante diplomático oficial de Portugal, e, por conseguinte, a autoridade do próprio Real Chanceler e do exercício das suas funções, em virtude do Regimento. A Diplomata Sbcrugilo abusou do seu estatuto diplomático, com o intuito de prejudicar terceiros, e retirando, com o auxílio das suas funções e contactos diplomáticos, proveito próprio. Tal atitude prejudicou a imagem de Portugal, o trabalho da Real Chancelaria e as relações com Castela.

    Reprovamos veemente a atitude tida pela Diplomata Sbcrugilo. Deste modo, anunciamos que: devido a má conduta; obstrução do regimento, da política externa e obrigações no exterior; e, ainda, devido a um comportamento antiético; Sbcrugilo fica, assim, suspensa do exercício de funções nas suas respetivas embaixadas, nomeadamente no Reino de Castela, Reino de Aragão, Reino de Valência e Principado da Catalunha.

    A diplomata perde, deste modo, todo e qualquer acesso aos seus antigos escritórios nos diversos departamentos da Real Chancelaria e, ao mesmo tempo, ficarão revogadas as suas credenciais, deixando de representar o Reino de Portugal nas embaixadas estrangeiras supracitadas, onde afirma trabalhar.


    Redigido ao primeiro dia do mês de Fevereiro do ano de 1461.




        Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque
        Real Chanceler - Conde de Óbidos





ANEXO II escreveu:

    DIPLOMATAS DA REAL CHANCELARIA

    1000faces (Inglês, Italiano)
    Bandida (Espanhol)
    Diego_lopez (Francês)
    Goblins (Holandês)
    Horacius (Inglês)
    Jane_x (Espanhol, Francês)
    Joanokax (Inglês, Checo - , Russo - , Espanhol - )
    John_of_portugal (Inglês)
    Jorge_gaspar (Inglês, Espanhol)
    Joszef (Inglês + ???)
    Kyeez (Inglês)
    Luis_ferreira (Inglês + ???)
    Money_of_poors (Inglês)
    Necasboy (Inglês, Espanhol)
    Nikeairii (Francês)
    Sbcrugilo (Inglês, Espanhol)
    Sigmon (Alemão, Espanhol)
    Sylarnash (Inglês)
    Thegold (Inglês)
    Vitor (Francês, Inglês)
    Zatarra (Inglês, Espanhol, Francês)




ANEXO III escreveu:



Voltar ao Topo Ir em baixo
Manuel B. Queiroz
Nobreza
avatar

Mensagens : 1741
Localização : Aveiro, Condado de Coimbra, Portugal
Actividade : Padeiro

MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   Qui 14 Fev 2013, 19:33

Sylarnash escreveu:

      Mons. Sylarnash Manuel de Albuquerque,
      Cónego da Santa Inquisição de Coimbra
      Núncio Apostólico do Condado de Coimbra

    Relatório Informativo sobre o Condado de Coimbra
    Nós, Monsenhor Sylarnash Manuel de Albuquerque, Cónego da Santa Inquisição da Diocese de Coimbra, Núncio Apostólico do Condado de Coimbra, e Conde de Óbidos, diante do Altíssimo, fazemos saber das seguintes informações sobre o Condado de Coimbra,

    • Intervenções nas Casas do Povo
      Infelizmente algumas Casas do Povo no Condado de Coimbra têm sido alvo de más administrações e prefeitos com más intenções. Já são algumas as vezes que o Conselho de Coimbra teve que intervir afim de salvaguardar o bem estar financeiro e social de uma Povoação. O XXXI Conselho do Condado de Coimbra foi forçado, recentemente, a intervir em Coimbra, Guarda e Viseu.

    • Mina de Ouro
      Algumas informações dão-nos conta de que a afluência à Mina de Ouro tem sido baixa, segundo o Relatório da Porta-Voz, Madre Joquebede, a situação tem vindo a ser discutida, estando o Conselho a ponderar aumentar o salário.

    • Exércitos e Cooperações Militares
      Com a aparente queda da força do Exército Real Português (vulgo ERP) devido à falha administração interna a Ordem dos Cavaleiros Templários (OCT) tem vindo a expandir-se, tendo mesmo chegado a um acordo com o Coimbra. O Relatório da Porta-Voz dá-no informações de que a "OCT aceita o convite de Senhor Psycorps para trabalhar, em conjunto com o exército, sob a chefia táctica máxima da General Sigra, de modo a obter resultados mais eficientes na "limpeza" do condado".

    • Cofre de Guerra
      É dado a conhecer à população que os conselheiros discutem o estado e a utilização dos Cofres de Guerra. [O Cofre de Guerra é uma reserva alimentar proveniente das quotas que as casas do povo entregam quinzenalmente ao Conselho para alimentar os exércitos do Condado].
      A título pessoal acrescento que eu próprio tinha dado, após alguns relatórios do Comissário do Comércio, pelo desaparecimento de toda a reserva alimentar do Condado, simplesmente a mesma foi usada, desviada ou subtraída com destinos irregulares. Aparentemente um Prefeito deu pela falta dos bens alimentícios que se entregava ao Conselho, e que à cerca de 4-5 meses desapareceu, e iniciou discussão no Salão Conjunto entre os Prefeitos e Conselheiros, mais tarde o Governador levou a discussão para o interior do Conselho.


    • Nomeação dos Novos Capitães dos Portos
      Após ter sido aberto o período de candidaturas a capitão dos portos foram nomeados os novos capitães sendo que "a maioria do Conselho concordou com a escolha dos candidatos para os Portos do Condado de Coimbra".

    • Composição do actual Conselho do Condado de Coimbra
      Apresenta-se de seguida a nova composição do Conselho do Condado de Coimbra após ter-se procedido no interregno deste e do anterior relatório à eleição do conselho apenas com uma lista:



      Redigido em Roma a XIV de Fevereiro do ano de graça MCDLX de Nosso Senhor.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Relatórios Diplomáticos Periódicos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Relatórios Diplomáticos Periódicos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Sites de acessórios automotivos
» Acessórios para o Novo Ka no mercado livre
» Acessórios para viagem - Bandit 650 08
» Lojas de acessórios online
» acessórios tuning p/ o ka?? tá dificil..

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Castelo do Rochedo | Condado de Óbidos :: Súburbios :: Quadro dos Anúncios e Comunicados-
Ir para: